Doenças Psiquiátricas que mais afastam os Bancários

Compartilhar nas Redes Sociais

[box] Saiba quais são as doenças psiquiátricas do bancário que mais afastam este profissional do trabalho.[/box]

Pressão, estresse, cobranças, metas, acúmulo de serviços, jornadas extenuantes, assédio moral. O ambiente de trabalho é estressante, a responsabilidade é alta, há insegurança na manutenção do emprego.

Não é difícil entender porque os bancários estão cada dia mais adoecidos. O que salta os olhos é que as doenças psiquiátricas ultrapassaram as de ordem osteomusculares no afastamento destes profissionais pelo INSS, segundo pesquisas.

Manter o profissional bancário no mesmo ambiente estressante para o tratamento de problemas psiquiátricos não é recomendado. Por este motivo, os afastamentos pelo INSS costumam ser frequentes no tratamento destas doenças.

Clique para ter mais informações sobre o Auxílio Doença de Bancário.

 

Algumas doenças psiquiátricas do bancário são incapacitantes, e consideradas, por lei, como doenças de origem direta com o trabalho, e devem gerar benefícios como auxílio doença acidentário, auxílio acidente e até mesmo aposentadoria por invalidez, são elas:

• Depressão
• Transtornos de Ansiedade
• Pânico
• Fobias
• Síndrome de Burnout
• Outros Transtornos Psiquiátricos

A perícia médica psiquiátrica é realizada pelo INSS, geralmente por um clínico geral. É o momento em que o profissional é avaliado se deve ou não, sob o ponto de vista do INSS, ser afastado do trabalho.

E esse é o momento crucial para o requerimento de Auxílio Doença de Bancário. Por tal motivo, é preciso se preparar corretamente para a perícia. Saiba como:

Carolina Centeno de Souza – Advogada, Sócia no Arraes & Centeno Advogados. Especialista em Direito do Trabalho e Direito Previdenciário.