Auxílio Acidente do Bancário – A indenização que o INSS te paga mesmo trabalhando

Compartilhar nas Redes Sociais

Com o Auxílio Acidente, o bancário pode continuar trabalhando e recebe uma indenização do INSS.

É sabido que a profissão de Bancário é uma das que mais geram afastamentos previdenciários, sendo a maioria destes, decorrentes de doenças do sistema musculoesquelético (LER/DORT), bem como decorrentes de doenças psiquiátricas.

Muito se fala sobre auxílio doença do bancário e aposentadoria por invalidez quando se é acometido pelos problemas de saúde citados acima. No entanto, existe um benefício do INSS que contempla aquele profissional que muito embora possua as lesões consolidadas, ainda pode e quer trabalhar, mesmo que com alguma redução da sua capacidade.

Este é o benefício chamado Auxílio Acidente.

O Auxílio Acidente do bancário é devido toda vez que é constatado que o trabalhador possui uma sequela decorrente de um acidente de qualquer natureza, ou de doença ocupacional. Este benefício é constatado na perícia médica e corresponde ao valor de 50% do salário de benefício do Segurado, e é pago mensalmente independentemente de estar ou não trabalhando.

Acidentes ou doenças ocupacionais de outras naturezas, como de origem psiquiátrica, também podem ser levadas em consideração.

A sequela decorrente da doença ou acidente não deve incapacitar o Segurado para o trabalho, pois aí estaríamos falando de Auxílio Doença do Bancário ou Aposentadoria por Invalidez. A lesão pode diminuir a capacidade, aumentar a dificuldade daquele trabalhador em seu ofício ou em qualquer outro.

Essa sequela pode ser, por exemplo, dor ou desconforto na execução do trabalho, redução da produtividade, falta de disposição para cumprir a jornada anteriormente cumprida, redução de mobilidade dos membros, necessidade de adaptação ou troca da função anteriormente exercida, entre outras situações que importem na redução da capacidade em razão da lesão ou da doença sofrida e de suas sequelas.

O Auxílio Acidente do bancário pode ser cumulado com outros benefícios, sendo cessado somente com a Aposentadoria de qualquer espécie. Ele ainda aumenta a base de cálculo para a Aposentadoria, uma vez que o valor pago como Auxílio Acidente integra ao salário de contribuição do Segurado.

Este benefício segue o mesmo procedimento do requerimento de Auxílio Doença de Bancário, quando o trabalhador leva seus laudos e exames que dão conta de comprovar sua lesão consolidada e sua limitação/redução de capacidade para o trabalho. Por tal motivo, é preciso se preparar corretamente para a perícia. Saiba como:

Carolina Centeno de Souza – Advogada, Sócia no Arraes & Centeno Advogados. Especialista em Direito do Trabalho e Direito Previdenciário.

3 comentários em “Auxílio Acidente do Bancário – A indenização que o INSS te paga mesmo trabalhando”

  1. Pingback: BANCÁRIO: AUXÍLIO DOENÇA COMUM OU ACIDENTÁRIO? - Arraes e Centeno Advogados Associados

  2. Pingback: O GUIA DEFINITIVO DO AUXÍLIO DOENÇA PARA O BANCÁRIO - Arraes e Centeno Advogados Associados

  3. Pingback: Burnout: o bancário é o fósforo queimado da vez - Arraes Centeno & Penteado Advocacia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *